| Presidente Prudente/SP

PSDB desiste de "independência" e fecha com PTB

Interferência de Bragato leva decisão da Executiva para convenções

ROGÉRIO MATIVE

Em 05/06/2012 às 13:53

O PSDB de Presidente Prudente desistiu de lançar candidato à Prefeitura de Presidente Prudente e fechou, na noite dessa segunda-feira (4), apoio à reeleição do atual chefe do Executivo, Milton Carlos de Mello (Tupã). A posição, aprovada pela maioria dos integrantes da Executiva local, provocou a antecipação da convenção do partido para o dia 17. Com isso, o promotor Nelson Bugalho perde força para lançar sua candidatura visando às eleições deste ano.

Segundo o presidente do diretório municipal tucano, Walter Dalari, a opção foi tomada devido a "parceria" entre o deputado estadual Mauro Bragato e Tupã. "Nessa etapa tem algumas instâncias. Ontem a reunião foi da Executiva que optou por não ter candidato e coligar junto com o PTB. Agora, tem a segunda etapa que é levar a decisão para o diretório e referendar na convenção do dia 17", explica.

"O objetivo é unir forças em um único projeto e criar uma frente de desenvolvimento na cidade. É fazer isso acontecer nos próximos anos", pontua.

Bugalho fora

De acordo com Dalari, o promotor de Meio Ambiente e vice-presidente da Cetesb, Nelson Bugalho, já foi informado sobre a posição do partido. "Ele já foi informado e estará caminhando com a gente. Ele pode permanecer como pré-candidato, nada impede que tenha um. Mas isso não tem ocorrido no PSDB. A Executiva acaba referendando o que o partido quer", adianta.

Defensor da aliança entre PSDB e PTB, o vereador tucano Izaque Silva diz que o lançamento de candidato próprio ao Executivo é "inviável".

Conforme Silva, três opções foram analisadas durante várias reuniões entre os membros do diretório. "Essa posição vem sendo amplamente debatida no partido. Na penúltima reunião, 15 dias atrás, ficou claro que seria inviável uma candidatura. Ontem foi decidido qual o caminho a seguir. Eram três possibilidades: de lançar apenas candidatos ao Legislativo; de lançar candidato também ao Executivo; ou de apoiar o PTB em todas as chapas. Essa última foi aprovada por 7 votos a 3", revela.

A reunião dessa segunda-feira foi convocada por Bugalho, porém, ele não compareceu. "Ela foi convocada a pedido do Bugalho, que gostaria de conversar com o partido. Mas, infelizmente ele não compareceu e apenas enviou uma carta. Nas reuniões que eu participei, ele nunca esteve presente", fala.

Silva também cita o cuidado para "preservar" Bugalho. "Das reuniões que eu participei, houve sempre a preocupação de preservar o pré-candidato. Acredito que ele foi avisado e teve conhecimento de tudo".

Conforme o vereador, Bragato foi incisivo na posição do partido. "O Bragato tem apoiado essa proposta há algum tempo. Nos sentimos como parceiros, embora não tenhamos nenhuma secretaria nesse governo", finaliza.

 

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.