| Presidente Prudente/SP

Com 70 anos de atuação, mestre do caratê será homenageado em Marcondes

CÁSSIO OLIVEIRA

Em 26/04/2018 às 13:10

Koji Takamatsu implantou o caratê em Alfredo Marcondes na década de 1980

(Foto: M2 Comunicação)

Com 87 anos de idade e 70 de atuação no caratê, o mestre Koji Takamatsu, faixa preta, 9º Dan, receberá o título de Cidadão Marcondense. A sessão solene para a entrega da homenagem será realizada nessa sexta-feira (27), às 19h30, no Harmonia Tênis Clube de Alfredo Marcondes.

A honraria, que é de autoria do presidente da Câmara, Neurivan Campos da Silva, Cobrinha (PV), reconhece os “relevantes serviços prestados à comunidade de Alfredo Marcondes” pelo introdutor do estilo Wadô-Ryu no Brasil, em 1956, vindo do Japão.

O mestre Koji Takamatsu, que nasceu em 21 de dezembro de 1930, na cidade de Kakogawa, província de Hyogo, implantou o caratê, em Alfredo Marcondes, na década de 1980. “Mais de 500 pessoas passaram pela academia e projetos sociais ao longo dos anos. O estilo formou vários caratecas faixas marrom, um faixa preta, o senhor Milton Pinho, e ainda mudou a vida da juventude”, disse o autor da propositura.

Ainda sobre a honraria, o presidente da Câmara ressalta o fomento do caratê – estará nos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio. “Representa a valorização e incentivos que nossas crianças e jovens recebem desta modalidade, que é importante de cultura, formação de caráter e disciplina. O mestre Koji Takamatsu, há tempos atrás, passou por Alfredo Marcondes e prestou esse serviço de extrema relevância”.

Segundo Neurivan Campos, este título destaca as ações desenvolvidas pelo mestre no município. “Além do reconhecimento público, a honraria visa também incentivar a permanência dos nossos caratecas nesta atividade socioeducativa. A homenagem ainda serve de exemplo para que mais crianças e jovens possam praticar a arte marcial, já que queremos e lutamos por cidadãos de caráter e disciplina invejável”.

Inclusive, o autor pontua que o mestre, além de levar ao mundo o trabalho relevante que desenvolve na formação de jovens em cidadãos responsáveis, deixou registrado em seu livro “História do Wadô-Ryu Karatê-Dô no Brasil”, lançado em 2017 e que conta a trajetória dos 60 anos do estilo em solo brasileiro, sua passagem e trabalho em Marcondes. “É uma honra para a nossa cidade”, frisa Neurivan Campos.

O título foi aprovado, de forma unânime, pelo Legislativo, no dia 19 de março deste ano. Ainda na sessão solene desta sexta-feira, os vereadores também vão conceder Moções de Aplausos aos alunos do caratê Wadô-Ryu.

Forte ligação regional

“Justa homenagem e que valoriza a dedicação de décadas do mestre Koji Takamatsu, que trouxe o estilo Wadô-Ryu do Japão para o Brasil, proporcionou projetos que transformaram pessoas e a sociedade e que é referência e um exemplo para todos”, salienta Paulo José Villalva Martins, de Álvares Machado, faixa preta, 5º Dan, que ministra aulas de caratê em Marcondes. Além disso, é delegado titular da 15ª Delegacia da FPK (Federação Paulista de Karatê) e diretor regional da Organização Wadô-Ryu do Brasil.

De acordo com Villalva, o mestre Koji Takamatsu já foi reconhecido como cidadão em três municípios do Oeste Paulista: Presidente Prudente, Álvares Machado e Santo Anastácio. Alfredo Marcondes será o quarto.

“Em julho de 2016, a Câmara machadense entregou ao mestre e ao seu filho Sérgio Takamatsu, faixa preta, 7º Dan, e diretor-presidente da Organização Wadô-Ryu do Brasil, as medalhas de honra ao mérito Vereador Kiochi Tatizawa. O mestre tem vasta galeria de honrarias recebidas”, lembra o professor, que observa: “A nossa arte marcial foi introduzida na região em 1979 e começou por Prudente”.

Fomento tradicional

Atualmente, em Marcondes, a escolinha de caratê, que é gerenciada por Paulo Villalva, funciona todas as quartas-feiras e sextas-feiras, das 18h às 20h, no Harmonia Tênis Clube. “Temos cerca de 60 alunos que praticam a arte marcial e de todas as faixas etárias. O caratê é tradicional na cidade de Alfredo Marcondes e é uma ferramenta que inclusão social e de valorização do ser humano”, evidencia.

Aproveitando a estadia do mestre Koji Takamatsu e de seu filho Sérgio Takamatsu, o município sedia o Torneio Regional de Caratê Wadô-Ryu – Troféu Prefeito Edmilson José Correia, Edmilson do Jó (presta homenagem ao chefe do Poder Executivo, que morreu vítima de um acidente de trânsito, em 27 de janeiro deste ano, no km 59,4 da Rodovia Júlio Budisk [SP-501], em Santo Expedito) – neste sábado (dia 28), a partir das 9h. Os tatames serão montados na Escola Estadual Filomena Scatena Christófano, que fica na Rua das Américas, 517, Centro.
Cerca de 200 caratecas de oito cidades do Estado de São Paulo vão participar do torneio.

 “Com certeza, teremos dois dias [sexta-feira a entrega do título de Cidadão Marcondense e sábado o Regional] de muita integração, aprendizado e troca de conhecimentos com os amigos do caratê”, finaliza Villalva.

Perfil

O mestre chegou ao Brasil, em 17 de fevereiro de 1956, com a missão de expandir o caratê Wadô-Ryu. Tal tarefa foi designada pelo próprio criador do estilo, o grão-mestre Hironori Otsuka I – morreu aos 89 anos, em 29 de janeiro de 1982.

Nascido em Kakogawa, província de Hyogo, Japão, no dia 21 de dezembro de 1930, e formado pela Universidade de Agronomia de Tóquio, em 1953, o mestre é hoje presidente da Organização Wadô-Ryu para a América do Sul e membro da comissão da diretoria técnica da Organização Wadô-Ryu Karatê-Dô Internacional.

Fundador da FPK (Federação Paulista de Karatê), em 1974, e da CBK, no ano de 1987. É ainda integrante do Kodansha-kai (Conselho de Mestres) da FPK. O trabalho de décadas do mestre Koji Takamatsu pode ser observado através dos milhares de praticantes do estilo em todo o Brasil e até mesmo fora dele.

Aos 87 anos, o mestre Koji Takamatsu comanda o estilo Wadô-Ryu pelo Brasil regularmente nos Estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, tendo aproximadamente 4,5 mil praticantes. Formou até hoje 700 faixas pretas desde a sua chegada ao país.

Paralelamente ao caratê, o mestre Koji Takamatsu trabalhou como engenheiro agrônomo. Mora na capital paulista e transmite os seus ensinamentos na Associação Wadô-Ryu Karatê-Dô Renmei do Brasil, que está localizada na Lapa. É casado e tem filhos, nora, neta, familiares, amigos e muitos alunos.

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.