| Presidente Prudente/SP

Encontro de angoleiros promove vivência de dança afro e oficina de capoeira

Da Redação

Em 31/08/2017 às 08:39

Evento reúne grupo "Angoleiros do Sertão", praticantes e interessados nas manifestações da cultura africana

(Foto: Cedida/AI)

Com intuito de promover ações que fomentam a convivência, o respeito e a valorização de diferentes culturas e manifestações em um país plural e multicultural como o Brasil, o Sesc Thermas de Presidente Prudente realiza o "Encontro com Angoleiros", neste fim de semana.

O evento reúne praticantes e interessados na capoeira angola, samba rural e outras manifestações de matriz afro-brasileira, a fim de valorizá-las, promover o aperfeiçoamento dos participantes e ampliar o sentimento de pertencimento da população em relação a este Patrimônio Imaterial Brasileiro e da Humanidade.

As atividades começam nessa sexta-feira (1°) por meio de uma vivência e apresentação de "Dança Afro e Samba de Roda", desenvolvidas  pelo Grupo de Capoeira Angoleiros do Sertão, de Presidente Prudente.

O objetivo é resgatar os elementos tradicionais que caracterizam as expressões herdadas pela cultura africana que, somente a partir do século XX começaram a ser aceitas como genuinamente nacionais. Com início às 17h, a atividade ocorre no Quintal Esportivo do Sesc.

No sábado (2), o grupo prudentino promove a oficina de "Capoeira Angola", a partir das 9h30. Também chamada de capoeira mãe, o jogo de Angola é a modalidade que mais se aproxima daquela que seria a “capoeira dos escravos”. Sua prática representa a conjugação de diferentes manifestações culturais que incluem a dança, a música, a dramatização, a brincadeira, o jogo e a espiritualidade. Em seu ritual, todos participam e cada um é fundamental e único.

As atividades não necessitam de inscrição e toda a programação é gratuita.

Mais sobre o Grupo “Angoleiros do Sertão”

Criada na década de 1980, em Feira de Santana (BA), pelo Mestre Cláudio Costa, a Escola de Capoeira “Os Angoleiros do Sertão” desenvolveu inúmeros trabalhos difundindo esta linguagem artística, seja nas esferas da educação formal e não formal, por meio de instituições públicas e privadas, com o objetivo de contribuir no processo de formação de seus participantes.

Para isso, os Angoleiros do Sertão valorizam a preservação e a divulgação das características tradicionais da Capoeira Angola, e através destes elementos agrupam seus participantes em um projeto de conscientização social, política, cultural e corporal. Assim, ao invés de enfatizar o enfrentamento físico-corporal explícito, a escola se preocupa em educar para a consciência de direitos e deveres que cada um de seus integrantes tem diante do mundo em que vive.

No Estado de São Paulo, o grupo chegou na década de 1990, estabelecendo núcleos nas cidades de Bauru, Paraguaçu Paulista e Rancharia sob responsabilidade de seus respectivos Contra Mestres, Tico, Xandão e Xandy. Atualmente, além destes locais, a escola possui núcleos em Assis, Presidente Prudente, João Ramalho, Martinópolis, Maracaí e Marília.

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.