| Presidente Prudente/SP

Abandonada, praça aguarda por reforma prometida em 2017

Rogério Mative

Em 17/09/2019 às 18:50

Ação de vândalos é frequente no local, que também serve para consumo de drogas

(Foto: Portal Prudentino)

'Melhor atenção do Poder Público'. É a cobrança do vereador Enio Perrone (PSD) em relação ao estado de abandono que é visto na Praça Dóbio Zaina, local que abrigou o antigo Mercado Municipal até o início da década de 90.

Espelho d’água seco e quebrado, teatro de arena pichado e coxias servindo de depósito improvisado. Bancos e o guarda-corpo metálico de proteção da laje danificados, além do paisagismo desfigurado.

Diante deste cenário, Perrone apresentou requerimento de providências, aprovado na noite dessa segunda-feira (16), cobrando da Prefeitura a revitalização geral da praça, que está localizada na área central da cidade, entre as avenidas Coronel José Soares Marcondes e Getúlio Vargas.



"A Praça Dóbio Zaina vem sofrendo deteriorações e desgastes por conta do tempo e da falta de manutenção periódica do local. Como se nota, a praça está com os bancos quebrados, pichados, necessitando de melhor atenção do Poder Público", pontua.

Promessas esquecidas

Em junho de 2017, durante o lançamento de um pacote de obras de R$ 30 milhões - que ainda não foi concluído -, Bugalho prometeu reformar a praça. A ideia era implantar no local a "Feira da Praça do Mercado", com obras executadas pela Prudenco.

Bugalho, em 2017, vistoriando local para definir detalhes da reforma | Foto: Arquivo/Secom

Além da recuperação paisagística e estrutural, a praça ganharia quiosques, uma nova sacada e a saída do Centro de Atendimento Odontológico.

Em março do ano passado, a Prefeitura voltou a prometer a revitalização fixando prazo de 90 dias para a licitação, com trabalhos tocados por meio de convênio ou recursos próprios, como ocorreu em parte da Praça da Bandeira, caso a captação de capital não tivesse sucesso.

Após quase três anos, o local segue abandonado.

Antigo Mercado

Em 1934, foi inaugurado o Mercado Municipal no terreno que atualmente funciona a base central do Corpo  de  Bombeiros, na Avenida Coronel Marcondes. Na década de 1950, foi transferido para um novo edifício construído nas proximidades da Associação Prudentina de Esportes Atléticos (Apea). Referência na venda de frutas, queijos e peixes, o local possuía 60 boxes.

Até o início da década de 90, o local abrigava o Mercado Municipal, demolido durante a gestão do ex-prefeito Agripino de Oliveira Lima Filho para a construção da praça. Originalmente, ela contava com fonte luminosa.

Alvo constante de vândalos, a praça passou por reformas para abrigar o Centro de Atendimento Odontológico, que atende a população de baixa renda.

Quem foi Dóbio Zaina

A praça presta homenagem a Dóbio Zaina, comerciante italiano que chegou na cidade na década de 1920 e implantou uma loja de roupas e armarinhos.

Compartilhe
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Prudentino.

Fique tranquilo, seu email não será exibido no site.
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.