| Presidente Prudente/SP

Após ameaça, Prefeitura paga dívida de R$ 1,1 milhão com Ciop

ROGÉRIO MATIVE

Em 01/08/2020 às 09:06

Desde 2016, o Ciop é responsável pelo gerenciamento da Cidade da Criança

(Foto: Arquivo/Secom)

A dívida de R$ 1.184.199,04 com o Consórcio Intermunicipal do Oeste Paulista (Ciop) está paga. É o que garante a Prefeitura de Presidente Prudente, após a entidade responsável pelo gerenciamento da Cidade da Criança ameaçar entrar na Justiça contra o município.

Sem dinheiro para gerenciar o local, o Ciop comunicou a Prefeitura, na quarta-feira (29), que havia suspendido todos os serviços "não essenciais e não previstos no planejamento de execução orçamentária" referentes ao contrato assinado em 2016.

Na prática, serviços de manutenção em geral relacionados ao complexo aquático, jardinagem e paisagismo, entre outros.

A entidade revelou que, por compor a administração pública indireta, teria que inscrever o débito na dívida ativa e posteriormente proceder na execução judicial. Segundo o Ciop, os débitos eram referentes a junho e julho, sendo R$ 592.099,52 por mês.

Tudo pago

Nessa sexta-feira (31), a Prefeitura informou que a situação contratual foi regularizada após o pagamento das parcelas em atraso. "Dessa forma, a Secretaria Municipal de Turismo pontua que os serviços, cujo Ciop anunciou suspensão, sequer chegaram a paralisar", alegou.

"Mesmo assim, a Pasta esclarece que caso tivessem sido interrompidos, isso não prejudicaria os animais e nem mesmo as piscinas do parque aquático, pois seriam os serviços não essenciais, como, por exemplo, podas em grama. Entretanto, cabe lembrar que o espaço segue com visitação suspensa devido a pandemia de coronavírus, a Covid-19".

Compartilhe
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Prudentino.

Fique tranquilo, seu email não será exibido no site.
Notícias Relacionadas

Telefone: 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.