| Presidente Prudente/SP

Bugalho perde 7º secretário em menos de dois anos

José Carlos Marcondes deixa Sedepp; Casagrande assume o posto

ROGÉRIO MATIVE

Em 19/07/2018 às 19:33

Marcondes (à esquerda) assumiu a Sedepp em agosto de 2017 após Francelino Magalhães pedir demissão

(Foto: Arquivo/Secom)

Em apenas um ano e sete meses, o alto escalação da gestão de Nelson Bugalho (PTB) sofre a sétima saída de secretário. Na tarde desta quinta-feira (19), o empresário José Carlos Marcondes pediu exoneração da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Sedepp). Carlos Alberto da Silva Corrêa (Casagrande) responde pela Pasta de forma interina.

Marcondes assumiu a Sedepp em agosto de 2017 após Francelino Magalhães pedir demissão. Durante este período, colecionou atritos com funcionários da secretaria e comerciantes de lanches, conforme apurou o Portal.

Em maio, sua saída foi discutida pelo Executivo, porém, não foi concretizada após interferência direta do prefeito Nelson Bugalho. Na ocasião, a reportagem questionou a Secretaria Municipal de Comunicação (Secom), que não respondeu a solicitação de informação.

Motivos pessoais

De acordo com a Secom, Marcondes pediu exoneração alegando "motivos pessoais". "O empresário João Carlos Marcondes entregou nesta quinta-feira o pedido de exoneração do cargo de secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, alegando motivos pessoais. A saída de Marcondes será publicada no Diário Oficial Eletrônico nesta sexta-feira [20/07]", diz a nota enviada ao Portal.

"Com isso, assume interinamente a função de titular da Sedepp o então assessor da pasta, Carlos Casagrande. Ao aceitar o pedido de exoneração, o prefeito Nelson Bugalho agradeceu a dedicação integral em quase 11 meses no comando de uma das maiores secretarias da administração municipal", finaliza o texto.

A reportagem tentou contato com Marcondes, mas não obteve resposta até o fechamento da matéria.

Sombra

Casagrande assume como interino até Bugalho definir o novo nome para a Sedepp. Na lista está o empresário Marcelo Costilho Jorge, que foi presidente da comissão organizadora das festividades do centenário da cidade, no ano passado.

Problemas na Justiça

Apesar de seguir como assessor da Sedepp nos últimos meses e já ter assumido interinamente a Pasta em 2017, Casagrande foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) em ação do Ministério Público Estadual (MPE), que apontou fraude em licitação para contratação de locação de enfeites natalinos em 2013, quando respondia pela Secretaria Municipal de Turismo (Setur). Além dele, outras duas pessoas envolvidas terão que pagar R$ 68,4 mil.

Mesmo sendo enquadrado na Lei da Ficha Limpa - que estabelece critérios e condições, principalmente proibições, para o provimento de cargos de comissão e funções gratificadas para a administração direta, indireta e conselho tutelar da cidade -, Bugalho insiste em mantê-lo no governo.

Sete exonerações de secretários

Com dificuldades em formar o secretariado antes de assumir a Prefeitura, Bugalho tem a gestão marcada pela constante troca de secretários que compõem o alto escalão. Em menos de dois anos, são sete exonerações. Do total, seis foram pedidas.

Desde janeiro de 2017, deixaram o governo Osvaldo Silva (Secretaria de Assuntos Viários), Francelino Magalhães (Secretaria de Desenvolvimento Econômico), Antônio Mello (Secretaria de Educação), Reynaldo Antônio Vessani (Secretaria de Assuntos Jurídicos), Telmo Guerra (Secretaria de Assuntos Especiais), Feiz Abbud (Chefia de Gabinete) e Marcondes (Secretaria de Desenvolvimento Econômico).

Além das saídas, houve várias trocas de nomes. Oswaldo Bosquet deixou a Secretaria de Relações Institucionais para assumir a Semav; em seu lugar foi empossado Marcos Tadeu Cavalcante, que também mudou de Pasta e foi para a Chefia de Gabinete.

Na Secretaria de Assuntos Especiais, assumiu Vanderlei Teodoro, ex-motorista de Bugalho; Sônia Maria Pelegrini na Secretaria de Educação; e Silvia Helena Ferreira de Faria Negrão na Secretaria de Assuntos Jurídicos. Por último, o vereador Rogério Galindo deixou a Câmara Municipal para assumir a Secretaria de Relações Institucionais.
 

Compartilhe
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.