| Presidente Prudente/SP

Campanha contra gripe tem início com baixa cobertura em PP

Da Redação

Em 22/04/2019 às 12:19

Agora, também podem receber a vacina trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores, entre outros

(Foto: Arquivo)

Iniciada na semana passada, a Campanha de Vacinação contra a Influenza - vírus causador da Gripe A -, apresenta baixa cobertura de imunização em Presidente Prudente. Os dados foram revelados em balanço divulgado nesta segunda-feira (22). A iniciativa, que teve início no dia 10, foi destinada primeiramente a três grupos que normalmente não atingem a meta de 90% do número total.

No grupo de crianças de seis meses a menores de seis anos, foram vacinadas 1.948 das 14.292 que integram a faixa etária em Prudente, o que representa apenas 13,63%; no de gestantes, foram 500 das 2.156, o que contabiliza 23,19%; e no de puérperas, aquelas mulheres que tiveram bebês até 45 dias, foram 99 das 354, o que totaliza 27,97%.

“Tivemos uma baixa cobertura, por isso pedimos que essa população compareça a uma unidade de saúde mais próxima de sua residência para garantir a imunização contra a influenza, pois ela pode causar uma complicação, como a pneumonia, e levar até a morte”, explica Elaine Bertacco, supervisora da Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM).

Nova etapa

Nesta segunda, a campanha entra em nova etapa. Agora, também podem receber a vacina trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

“Embora a campanha tenha início para os demais grupos, a vacinação segue também para as crianças, gestantes e puérperas. Há mais de um mês para término da iniciativa, porém pedimos para que todos garantam a dose o quanto antes e não deixem para ir a uma unidade de saúde nos últimos dias, de forma até a evitar possíveis filas”, conclui.

Em Prudente, são 28 salas de vacinação espalhadas entre Estratégias de Saúde da Família (ESFs) e Unidades Básicas de Saúde (UBSs). As unidades estão abertas sempre das 7h30 às 17h, com exceção de sábados e domingos.

A doença

A influenza é uma doença sazonal, mais comum no inverno, que causa epidemias anuais, sendo que há anos com maior ou menor intensidade de circulação desse tipo de vírus e, consequentemente, maior ou menor número de casos e mortes.

No Brasil, devido a diferenças climáticas e geográficas, podem ocorrer diferentes intensidades de sazonalidade da influenza e em diferentes períodos nas unidades federadas.

Até o fim de março, antes do lançamento da campanha, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 mortes. Até o momento, o subtipo predominante no país é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 óbitos.

Compartilhe
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Prudentino.

Fique tranquilo, seu email não será exibido no site.
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.