| Presidente Prudente/SP

Empresa faz 2,4 mil reparos em postes; problemas persistem

Rogério Mative

Em 18/01/2020 às 16:39

Existem outras 1.800 solicitações para manutenção em postes em aberto

(Foto: Arquivo/Secom)

Em dois meses e meio, 2.470 atendimentos foram realizados pela empresa Ilumina - terceira colocada no certame e que já prestava serviços nos últimos anos - em postes de iluminação. Contudo, o problema ainda persiste em vários bairros de Presidente Prudente, que seguem com ruas no escuro.

Apenas em 2019, a Prefeitura arrecadou R$ 15,6 milhões com a cobrança da taxa de iluminação. A previsão era de somar R$ 16,7 milhões.

Ruas no claro, ruas no escuro

Nos últimos dias, a reportagem constatou reparos realizados na Avenida Washington Luís, parte da Manoel Goulart e da Alberto Bonfiglioli.

Contudo, flagrou postes apagados na Bonfiglioli e Goulart, além da Rua Antônio Canheti, Avenida Gustavo Marcelino, entre outras.

Internautas também relatam problemas nos bairros do Jardim Aviação, Jardim Paulista, Ana Jacinta, Mário Amato, Morada do Sol e Humberto Salvador.

Foto: Rogério Mative/Portal


O que diz a Prefeitura?

Em resposta aos questionamentos realizados pelo Portal, a Secretaria Municipal de Obras afirma que a empresa terceirizada realizou 2.470 atendimentos contemplando diversos serviços de manutenção.

Ou seja, troca de lâmpadas queimadas, sensores, entre outros defeitos reparados. Os trabalhos foram contabilizados entre 4 de novembro do ano passado e até o último dia 16.

No aguardo

No sistema, existem outras 1.800 solicitações em aberto. Os números totalizam os pedidos feitos pela população por meio da Central 156 e de levantamento diário realizado por equipes da Secretaria de Obras.

"Do total, o maior problema encontrado é o vandalismo", afirma a secretaria.

E as lâmpadas de Led nas avenidas?

Promessa realizada no ano passado, a substituição de quase 2 mil pontos de iluminação pública por lâmpadas da Led nas principais avenidas de Prudente ainda não tem data para ter início.

Segundo a secretaria, a solicitação de compra das luminárias segue "sendo processada pelo Departamento de Compras e Licitações". Após a finalização do processo e entrega dos materiais, a estimativa é que as substituições sejam realizadas em até 90 dias.

O material será adquirido com recursos provenientes da Contribuição de Iluminação Pública (CIP).

Segue valendo

Apesar da Câmara Municipal aprovar a revogação da lei que reajustou a taxa de iluminação, a cobrança segue valendo em Prudente.

Para a taxa ser reduzida na conta de luz, os vereadores precisam derrubar o veto imposto pelo prefeito Nelson Bugalho (PSDB), que deve ocorrer em fevereiro.

Em seguida, a lei será promulgada pelo Legislativo.

Compartilhe
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Prudentino.

Fique tranquilo, seu email não será exibido no site.
Notícias Relacionadas

Telefone: 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.