| Presidente Prudente/SP

Prudente registra nona morte; caminhoneiro tem alta após 37 dias

Da Redação

Em 22/05/2020 às 19:57

Na fila de exames, 39 pessoas aguardam resultados

(Foto: Gettyimages)

Nesta sexta-feira (22), foi confirmada a nona morte provocada pelo coronavírus em Presidente Prudente. Trata-se de um senhor de 74 anos, que apresentou sintomas respiratórios no dia 13 deste mês. A capital do Oeste Paulista já registra 110 casos da doença. A boa notícia do dia é a alta hospitalar de um caminhoneiro que ficou 33 dias em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

De acordo com a Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM), o idoso faleceu no último domingo (17). A confirmação da doença ocorreu na entrega do novo lote de exames pelo Instituto Adolfo Lutz de São Paulo.

Novos casos

A cidade também contabilizou mais sete casos positivos, sendo em seis homens e em uma mulher. Três seguem hospitalizados, sendo um senhor de 74, que teve início dos sintomas respiratórios no dia 15 deste mês; outro de 56 anos, que apresentou sintomas no dia 14 deste mês; e outro de 52 anos, cujos sintomas iniciaram no dia 12 deste mês.

Os outros quatro casos seguem em isolamento social. Sendo um de 51 anos, que apresentou sintomas no dia 13; outro de 42 anos, cujos sintomas tiveram início no dia 11; outro de 31 anos, que apresentou sintomas nessa segunda-feira (18); e a mulher de 37 anos, com sintomas iniciados no dia 12.

A VEM comunica que entre os 110 casos positivos, 79 são considerados munícipes curados. A nova atualização foi feita levando em consideração a estimativa do período de incubação do vírus, que é de 14 dias.

Além disso, o órgão reforça que os casos curados são somente aqueles que seguem em domicílio ou que tiveram alta hospitalar após cumprirem o período. Sendo assim, aqueles que já cumpriram os 14 dias de incubação do vírus, mas permanecem internados, não são tidos como curados.

A Vigilância Epidemiológica informa ainda que há 30 munícipes hospitalizados, sendo nove em UTI. Na fila de exames, 39 pessoas aguardam resultados.

Venceu a batalha


A sexta-feira foi marcada por muita emoção na Santa Casa de Misericórdia de Prudente. O caminhoneiro Claudomiro Pérpetuo, 51 anos, recebeu alta depois de 37 dias internado, sendo 33 dias na UTI.

Ele foi internado no dia 16 abril, com muita tosse e febre, sendo encaminhado para a UTI dois dias depois. Segundo a esposa Maria do Carmo, foi um período de muita angustia para a família. “Mas com fé e apoio de todos, superamos essa doença”, afirmou.

Guerreiro, Claudomiro já tinha enfrentado um grave acidente de caminhão. "Feliz em poder voltar pra casa", disse, ao deixar o hospital.

Compartilhe
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Prudentino.

Fique tranquilo, seu email não será exibido no site.
Notícias Relacionadas

Telefone: 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.