| Presidente Prudente/SP

Unipontal busca apoio para frear cortes no Projeto Guri

Da Redação

Em 31/03/2019 às 10:27

Projeto Guri é desenvolvido pelo governo estadual em parceria com os municípios, com a oferta de aulas de música de graça para crianças e adolescentes

(Foto: Cedida/AI)

Após a informação de corte de verba e, consecutivamente, o fechamento de polos do Projeto Guri na região do Oeste Paulista, o presidente da União dos Municípios do Pontal do Paranapanema (Unipontal), Jorge Duran, afirmou que a associação composta por 32 cidades da região repudia a medida tomada pelo governador João Doria (PSDB) ao diminuir o orçamento da Secretaria Estadual de Cultura.

Se confirmada a medida, serão fechados os polos do programa nas cidades de Presidente Venceslau,  Álvares Machado, Osvaldo Cruz, Pirapozinho, Ouro Verde, Regente Feijó, Presidente Bernardes, Rancharia, Dracena, Junqueirópolis, Tupi Paulista, Adamantina, Tarabai, Teodoro Sampaio, Nantes, Irapuru e Caiabu.

O Projeto Guri é desenvolvido pelo governo estadual em parceria com os municípios, com a oferta de aulas de música de graça para crianças e adolescentes de seis a 17 anos de idade.
O corte em todo o Estado e deve prejudicar cerca de 60 mil alunos, além de causar a demissão de centenas de profissionais. Dos 335 polos do Estado, 190 serão fechados, ou seja, 56,7%.

“Estive em contato com os deputados da região, o Ed Thomas [PSB] e o Mauro Bragato [PSDB], além de falar com presidentes das associações das regiões vizinhas a fim de nos mobilizar para que o Projeto Guri, que faz um trabalho muito importante há anos no Estado, não seja extinto. Todos os prefeitos desta associação estão engajados a mostrar para o governo a importância desse programa”, diz o presidente da Unipontal, Jorge Duran, que é prefeito de Presidente Venceslau.

Duran solicitou audiência com o secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Sérgio Sá Leitão, para tratar sobre o fechamento de polos do Projeto Guri na região.

“Estamos organizando uma grande mobilização com prefeitos de mais de 80 cidades que fazem parte dessas associações. A Unipontal não está indiferente nesta situação e queremos uma audiência com o Secretário para mostrar a relevância do Projeto Guri na história e formação das pessoas. É um programa que funciona há muito anos, e conheço muita gente que se desenvolveu na arte da música por meio deste projeto, gente que fez do aprendizado uma profissão. O valor cultural do projeto é imensurável e não pode deixar de existir”, afirma Duran. 

Funcionários demitidos

A Associação Amigos do Projeto Guri comunicou os funcionários a respeito da possibilidade de fechamento de parte de seus polos de atuação. Segundo a entidade, responsável pela atividade do projeto no interior e no litoral do Estado, a medida se deve à incerteza com relação ao repasse de verbas.

“Até o momento, a Amigos do Guri não obteve da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, nossa principal mantenedora, a confirmação de que iremos receber os recursos que seriam necessários à manutenção de atual rede de atendimento. Estudo preliminar indica a necessidade de um possível fechamento de polos do interior e litoral, cujos funcionários entraram em aviso prévio hoje. O Projeto Guri segue em negociação com a Secretaria para reverter essa situação”, explica a associação, em nota.

Compartilhe
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Prudentino.

Fique tranquilo, seu email não será exibido no site.
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.