| Presidente Prudente/SP

Bugalho volta para tucanato e Sato 'toma' MDB; Tupã e Ed confirmam disputa

Rogério Mative

Em 20/12/2019 às 20:28

Com a presença do governador João Doria, Bugalho assinou sua ficha de filiação no PSDB

(Foto: Divulgação/AI)

Colocando uma pedra em arestas de um passado recente, o prefeito Nelson Bugalho decidiu retornar ao ninho tucano pelas mãos daquele que um dia o barrou em disputa eleitoral. Desta vez, avalizado pelo próprio deputado estadual Mauro Bragato, ele pavimenta o desejo de reeleição junto com o PSDB. O cenário político começa a desenhar os possíveis adversários, com a 'tomada' do MDB por Fábio Sato e as confirmações do ex-prefeito Milton Carlos de Mello (Tupã, DEM) e do deputado estadual Ed Thomas (PSB) como pré-candidatos.

Com a presença do governador João Doria, Bugalho assinou sua ficha de filiação no PSDB, na noite dessa quinta-feira (19), após meses de espera para a liberação de seu nome pela alta cúpula tucana.

Seu retorno ao partido encerra um capítulo de mágoas com o cacique tucano na região. Em 2012, seu nome foi vetado por Bragato para a disputa da Prefeitura, que preferiu fechar aliança com Tupã e contrariar diretrizes da sigla. Curiosamente, Bugalho tornou-se prefeito no último pleito com a benção de Tupã, apoio de Bragato e parte do fragmentado PSDB.

"Meu primeiro partido foi o PSDB e me identifico com os objetivos do novo PSDB liderado pelo governador João Dória. A convite do presidente estadual da legenda, Marco Vinholi, e do deputado Mauro Bragato, retorno ao partido com a certeza de que será extremamente benéfico para a cidade essa aproximação política junto ao governo do Estado", diz Bugalho.

Nos bastidores, a aposta é que Bugalho mudou de partido arquitetando a manutenção do controle do PTB e, desta forma, somar forças para as eleições. Contudo, deve sofrer pressão vinda da capital paulista, além de ter que administrar a ira do deputado Campos Machado, que subiu o tom ao descobrir que o PSDB trabalhou para tirar prefeitos de sua sigla.

"Tenho profundo respeito pelo PTB e seu líder estadual, o deputado Campos Machado, que certamente compreenderá minha decisão", espera.

Sato no MDB

Conhecido por sempre utilizar o slogan "do novo", Fábio Sato - sócio da empresa EAI Agência, sediada na Fundação Inova - decidiu deixar o PPS e seu admirador Roberto Freire para "tomar" o MDB, partido conhecido por manter a velha-guarda da política.

Por anos, a sigla foi comandada pelo ex-deputado Paulo Cesar de Oliveira Lima.

Momento da filiação de Sato ao MDB, com Baleia Rossi, sem a presença de Paulo Skaf | Foto: Divulgação

"Recebi o convite do presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, e, em Brasília, ele me fez o pedido para que assumisse o MDB de Prudente a partir de 2020. Claro, com vistas em participar da eleição do ano que vem", diz, ao Portal.

Aberto para coligações

De acordo com o presidente da diretoria provisória do MDB de Prudente, Célio Romero de Souza, o partido está aberto para coligações. "Há um movimento de imposição da candidatura do Jailton [Santiago, tesoureiro do partido] que não está de acordo com a orientação da Executiva Estadual. Esta é a posição oficial do partido. O Fábio é muito bem-vindo. O resto é especulação barata", fala.

"A pré-candidatura do Fábio, [está] aberta para outras coligações", finaliza. A executiva provisória segue no comando até 31 de maio de 2020, quando Fábio Sato deve assumir a sigla.

Tupã confirma, Ed também

Gerente regional da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU), o ex-prefeito Milton Carlos de Mello (Tupã) adianta que é pré-candidato. Chefe do Executivo por dois mandatos - 2009 a 2016 -, o político conta com o apoio de Rodrigo Garcia, que é vice-governador.

Divulgação/Redes Sociais

Ao Portal, o deputado estadual Ed Thomas (PSB) confirma que também é pré-candidato, porém, não descarta manter conversas com Tupã em uma possível dobradinha entre os partidos. "Conversar com todos, com certeza", pontua.

Com avaliações positivas construídas nos últimos anos ao comandarem o Legislativo, os vereadores Demerson Dias (PSB, atual presidente da Câmara) e Enio Perrone (PSD, presidente na gestão anterior) são nomes cogitados para composições de chapas.

Corre por fora

Recentemente, o Patriotas anunciou o quadro de novos filiados. Contando com Fernando Luizari - ex-secretário de Meio Ambiente na gestão de Tupã -, o partido tem na sua base principal membros da equipe de apoio do vereador Izaque Silva, que ainda segue no PSDB e já revelou que brigará por espaço na disputa pelo Executivo.

Divulgação/Redes Sociais

Com a chegada de Bugalho ao time tucano, o Patriotas é visto como "reserva de mercado" e opção a Izaque Silva caso decida disputar as eleições majoritárias.

*Atualizada às 12h55 do dia 23/12 para correção e acréscimo de informações

Compartilhe
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Prudentino.

Fique tranquilo, seu email não será exibido no site.
Notícias Relacionadas

Telefone: 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.