| Presidente Prudente/SP

Audiência debate possíveis problemas na Escola de Artes; Secult rebate

Da Redação

Em 24/10/2019 às 16:27

Secult promete divulgar um "amplo e completo" raio-X da Escola Municipal de Artes

(Foto: Arquivo/Secom)

Nessa sexta-feira (25), a Câmara Municipal de Presidente Prudente realiza audiência pública para debater possíveis problemas no gerenciamento da Escola Municipal de Artes “Jupyra Cunha Marcondes”. Com presença confirmada, a Secretaria Municipal de Cultura (Secult) nega irregularidades.

A audiência foi proposta pela Comissão Permanente de Cultura e Assistência Social, formada pelos vereadores Enio Perrone (presidente, PSD), José Geraldo de Souza (relator, PSD) e Wellington Bozo (membro, PSDB), após pedido do Conselho Municipal de Cultura (Comucpp) em documento encaminhado ao Legislativo.

A “Jupyra”, como é conhecida, existe na estrutura administrava do município desde 1952 e é uma instituição subordinada à Secretaria Municipal de Cultura. “Nos relatos dos mais diversos personagens envolvidos na referida documentação entregue a esta Casa de Leis, existem boletins de ocorrência de supostas agressões verbais e assédio moral de dirigentes da escola e da própria Secretaria Municipal de Cultura”, apontaram os vereadores no requerimento.

“Há relatos de professores da escola, pais de alunos e outros que descrevem supostas situações que ferem a razoabilidade nas mudanças pretendidas pela Secult na unidade escolar. Desta forma, a Casa foi instada a fazer um chamamento para realizar uma audiência pública para trazer os atores desse processo a debater as mudanças e demais situações relatadas para buscar um entendimento e, ainda, trazer à luz o que vem ocorrendo na escola para evitar possíveis prejuízos a professores, alunos atendidos, pais de alunos e a sociedade em geral”, reforçaram os parlamentares.

"Inverdades"

Para a Secult, a denúncia oferecida pelo conselho não passa de "inverdades". "A Secretaria Municipal de Cultura esclarece que jamais cogitou a transferência da EMA do Centro Cultural Matarazzo. Pelo contrário. A partir de 2020 as ações da escola serão ampliadas para atender mais alunos e alunas, e ainda promover a descentralização para outros cinco locais, proporcionando um maior acesso à população de outros bairros", diz, em nota.

"Falsas notícias têm sido plantadas por pessoas que não aceitam a evolução a ser implantada, que democratizará ainda mais as ações culturais municipais, provocando um trabalho mais amplo, direto e coletivo com toda a comunidade, sem qualquer tipo de distinção por parte dos profissionais da referida escola", pontua a Secult.

Na audiência, a secretaria promete divulgar um "amplo e completo" raio-X da Escola Municipal de Artes. "Numa análise complexa dos vários ângulos possíveis. Na oportunidade, também será feita uma explanação da implantação da Rede Municipal de Cultura, que começou a ser instituída no início de 2019 como experiência, e que será uma grande realidade a partir de 2020".

Aberta ao público

Além de representantes da Secult, Conselho de Cultura, Ministério Público do Estado de São Paulo e OAB, a população também pode participar da audiência, que terá início às 19h30, na Câmara Municipal.

O público também pode fazer uso da palavra. Para tal, basta se inscrever antes de seu início, na recepção do Legislativo. O encontro também será transmitido ao vivo pelo canal da TV Câmara no YouTube.

Serviço

A Câmara Municipal de Presidente Prudente fica na Avenida Washington Luís, 544, Centro, esquina com a Avenida Coronel José Soares Marcondes.

Compartilhe
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Prudentino.

Fique tranquilo, seu email não será exibido no site.
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.