| Presidente Prudente/SP

CPI da Cultura ouve conselho, professores e OAB

Da Redação

Em 04/11/2019 às 18:03

Vereadores investigam possíveis práticas de abuso de autoridade, assédio moral, entre outros

(Foto: Arquivo/AI)

Nesta semana, uma série de oitivas marca os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada na Câmara Municipal de Presidente Prudente para apurar denúncias envolvendo a Escola Municipal de Artes “Jupyra Cunha Marcondes”.

Serão ouvidas 10 pessoas nesta primeira etapa, entre representantes do Conselho Municipal de Política Cultural (Comucpp), professores e membros da OAB.

As oitivas serão reservadas aos membros da comissão, servidores designados para auxílio e convidados. As reuniões estão distribuídas para os dias 5, 7 e 8 deste mês.

A CPI da Cultura é formada por Enio Perrone (presidente, PSD), Anderson Silva (relator, PSB) e Mauro Neves (membro, PSDB).

CPI da Cultura

A CPI da Cultura foi instaurada para apurar denúncias formuladas pelo Conselho Cultural, professores e alunos da Escola Municipal de Artes. O grupo também avalia o debatido e exposto na audiência pública realizada no dia 25 de outubro.

Os vereadores investigam possíveis práticas de abuso de autoridade, assédio moral, coação a servidores públicos e, ainda, situação referente às questões relacionadas à descentralização por meio de polos da escola de artes.

A CPI tem até 90 dias para apurar as denúncias.

Compartilhe
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Prudentino.

Fique tranquilo, seu email não será exibido no site.
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.