| Presidente Prudente/SP

Ex-líder ameaça tapar buraco com cimento após um ano de pedido não atendido

Rogério Mative

Em 12/02/2019 às 15:04

Segundo Leite, os vereadores estão limitados e diz que Bugalho deve trocar todo o secretariado

(Foto: Arquivo/AI/Maycon Morano)

No mundo político, líderes de partido e de governo gozam de maior visibilidade, prestígio e agilidade em pedidos. Porém, não é o que ocorre em Presidente Prudente, conforme o vereador Willian Leite (PPS), que deixou o posto de representante do governo no mês passado. Ele revela a inércia da Prefeitura em atender a solicitação de tapa-buraco feita em 2017.

"Eu sempre estive incomodado, desde o momento que fui chamado para ser líder do governo, mas uma coisa que sempre me deixou inquieto e foi até um dos motivos [de deixar o posto de líder, que durou apenas 10 meses]. Eu tive uma conversa muito séria com o prefeito. Eu disse para ele que até o final de janeiro, se não tivesse essa reforma administrativa, eu deixaria a liderança do governo. Se eu fosse o prefeito, tivesse a caneta na mão, Prudente teria no máximo 10 secretarias", falou.

Leite revela que não era atendido em seus pedidos e promete tapar um buraco em frente à associação que preside caso a Prefeitura não faça o serviço. "Fico muito inquieto, por vezes, como líder do governo, não fui atendido. Em frente à associação no qual sou presidente [Associação da Família Forense, Affoppre], tem um buraco de um metro. Fiz um pedido em 5 setembro de 2017, um baldinho de piche, sei lá. E minha colega mandou um recado com 'kkkk, o que está acontecendo Willian?'. Confesso que fiquei envergonhado", revelou.

"Como líder do governo, não consegui resolver o problema. Mandei recado para o prefeito, se não tivesse consertado esse buraco, que amanhã [esta terça-feira, 12] vou pegar e fazer uma transmissão ao vivo e arrumar. Sou pedreiro com muito orgulho do legado que meu pai deixou, [e vou fazer] com a colher dele", prometeu.

Segundo Leite, os vereadores "estão limitados" e diz que Bugalho deve trocar todo o secretariado para "salvar a partida". "É difícil gente, é difícil. A gente se sente muito limitado. Você é líder e se sentir pequeno. Passou o primeiro tempo perdendo de dois a zero. Voltou para o segundo, o senhor toma um gol no primeiro minuto, muda esse time. Troca tudo. O senhor é um homem de bem, sei que tem vontade. Mas, não sei o que está acontecendo. Não posso dar confiança naquilo que não entendo e não sei o que está acontecendo".

"Passe isso a limpo. Dá tempo. Bote todo esse time no banco e tenta a sorte", finalizou.

Mais cobranças

O ex-líder de Bugalho protocolou na Câmara Municipal um requerimento de informações questionando os serviços realizados no canteiro central da Avenida Washington Luís, que já duram mais de dois meses.

No local, são instalados canteiros em volta de palmeiras imperiais com paralelepípedos. Ele quer saber o motivo e os valores gastos na obra diante da crise financeira que restringe a prestação de serviços na saúde e educação.

O documento será votado na próxima sessão ordinária da Câmara Municipal.

Compartilhe
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Prudentino.

Fique tranquilo, seu email não será exibido no site.
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.