| Presidente Prudente/SP

Sem líder, governo Bugalho é 'metralhado' por vereadores

Rogério Mative

Em 12/02/2019 às 13:56

Estopim foi provocado pelas medidas tomadas pela Secretaria Municipal de Saúde em alterar horários de funcionamento de Pronto Atendimentos (PAs)

(Foto: AI/Maycon Morano)

Mudanças no atendimento de unidades de Saúde, linha férrea abandonada, possíveis atrasos no pagamento de outorga do transporte coletivo e buracos com 'bolo de aniversário' encomendado. Diante de grave crise financeira, sem líder no Legislativo e blindagem de secretários, o governo do prefeito Nelson Bugalho (PTB) foi 'metralhado' pelos vereadores com extensas cobranças como, por exemplo, "botar a caneta para funcionar" enquanto "há tempo".

O estopim foi provocado pelas medidas tomadas pela Secretaria Municipal de Saúde em alterar horários de funcionamento de Pronto Atendimentos (PAs), Estratégias de Saúde da Família (ESFs) e da Farmácia Municipal Central, que tiveram os atendimentos reduzidos.

"Com saúde não se brinca, não tem questão de economia. Como vai ficar a população? Percorremos [as unidades] no fim de semana e vimos que tem demanda. Nos fins de semana, os horários dos ônibus são reduzidos. Como vão se locomover para as UPAs do Guanabara e Ana Jacinta?", questionou o vereador Anderson Silva (PPS).

O parlamentar pediu "sensibilidade" de Bugalho para rever as mudanças. "Vamos reduzir secretarias, cargos comissionados, gastos com viagens. Mas, não vamos reduzir em saúde. Uma hora é educação, outra é saúde. Onde vamos chegar? Peço a sensibilidade do prefeito para não mexer em direitos básicos", disse.

Sem reformas, sem mudanças

Ao citar um pedido não atendido para a implantação de ecopontos na cidade, Izaque Silva (PSDB) pediu que secretários deixem os cargos diante da inércia do governo municipal em colocar em prática a reforma administrativa anunciada no início do ano. "O senhor prefeito prometeu uma reforma administrativa. Tem secretário que está há 10 anos no cargo. Cada secretário custa, em média, R$ 30 mil por mês ao município. O que? Secretário com 28 anos? Então, quero pedir se o prefeito não tem coragem de fazer essa reforma administrativa que esses secretários tenham vergonha e peçam demissão", sugestionou.

Segundo o tucano, algumas secretarias estão inoperantes. "Tem secretarias que se acabar amanhã, o povo não sente falta. Está inoperante. A gente vê secretário em uma salinha esperando apenas o contracheque cair no fim do mês. É um absurdo um negócio desses. Aí fechar postos de saúde, fechar escolas. É uma situação complicada para nós vereadores aceitarem um tipo de coisa", falou.

"Esse tipo de mudança, de junção, é de única e exclusiva responsabilidade do Executivo. Se dependesse de mim, tinha feito em 2017. Alguns nem tinham começado. Mas, gostaria de pedir aqui, antes que o prefeito perca o controle", frisou.

Para ele, está na hora de "botar a caneta para funcionar". "Gente, tem buraco nessa cidade que vai completar um ano. Esse presidente da Prudenco está trabalhando contra o prefeito, será que ele não vê isso? O medo que tenho é de perder o controle da situação, total. Como vai ficar Prudente? Temos ainda quase dois anos de governo. O prefeito não vai fazer as mudanças necessárias. Dá para juntar duas ou três em uma só. Vai funcionar melhor. É um conselho que deixo aqui. Prefeito, está na hora do senhor botar a caneta para funcionar".

"Voltou para o segundo, o senhor toma um gol no primeiro minuto, muda esse time. Troca tudo. Passe isso a limpo. Dá tempo. Bote todo esse time no banco e tenta a sorte", comentou o ex-líder do governo, Willian Leite (PPS).

Cidade castigada

Na opinião de Natanael Gonzaga (PSDB), a capital do Oeste Paulista está sendo castigada pela atual administração. "Do jeito que está não pode continuar. A cidade está sendo castigada. Alguns secretários não estão levando nada a sério. Prefeito, reveja conceitos", pediu.

Compartilhe
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Prudentino.

Fique tranquilo, seu email não será exibido no site.
Notícias Relacionadas

Rua Catharina Venturim Peretti, 171

Mário Amato - Presidente Prudente-SP

Telefones: 18-3909 3629 | 18-98122 7428

© Portal Prudentino - Todos os direitos reservados.